Eu Vos Declaro Marido e Marido

Ano: 2010

Personagens/Intérpretes:

Suzete: Isabel Andrade

Bráulio: Alvarino Nunes

Cátia Soraia: Sofia Nunes

Cremilde: Natália Nunes

Inocêncio: José Alberto Nunes

Jesuíno: Fernando Ferreira

Autoria/Encenação: Rui Silva/Ludgero Pinheiro

 

Sinopse:

Cremilde Chaves, mulher simples e trabalhadora, descobriu que o seu marido, Inocêncio Chaves enganou-a com a SIDA. Por isso, decide pedir o divúrcio, como diz, e recorre à agência CADIFUR, que é uma agência de casamentos, divórcios, funerais e afins, pertencente a Bráulio, sujeito duvidoso e oportunista.

Tudo corre bem, até que Inocêncio Chaves descobre que também foi traído pela mulher com o António Sapateiro.

Bráulio, vendo aqui uma oportunidade de ganhar uns tostões, procede ao divórcio e tenta casar Inocêncio com Jesuíno, personagem caricata e conhecida de muitos, que teimou em voltar ao teatro, pois continua com o sonho de casar.

Enganado por Bráulio, Inocêncio acaba por casar com Jesuíno. No entanto, nem tudo são rosas e a lei do casamento gay sofre uma actualização, acabando por mudar o rumo da vida destas personagens.

Quem está fora de toda esta “confusão” é Suzete, mas não é uma Suzete qualquer, esta tem Z no nome e Cátia Soraia, filha de Inocêncio e Cremilde, que teve a sorte de não se ter chamado Cravo Bicicleta.

Arquivado Sob : Sinopses

Tags:

RSSComentários (0)

Trackback URL

Deixe um comentário




Se quiser uma foto para mostrar com o seu comentário vá Gravatar.